Transplantes

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da Santa Casa foi composta no ano de 2000.

 

Tem como objetivo a identificação dos potenciais doadores, organização do processo de captação de órgãos, e adequada entrevista com seus familiares, entre outros. A sua criação foi regulamentado pela Portaria nº 905 / GM em 16 de agosto de 2000.

 

Missão

Realizar dentro dos parâmetros éticos e legais o cumprimento do direito de doação de órgãos e tecidos para transplantes, proporcionando o melhor atendimento.

Esclarecer a importância da doação de órgãos

 

Visão

Aumentar a satisfação dos usuários em relação aos nossos serviços.

Ser reconhecido como referência em qualidade.

 

Valores

Ética profissional;

Transparência;

Responsabilidade social;

Humanização no atendimento;

Respeito para com os clientes e familiares;

Compromisso com a qualidade de todos os serviços prestados.

 

Atribuições da CIHDOTT

Detectar possíveis doadores de órgãos e tecidos no hospital;

Viabilizar o diagnóstico de morte encefálica, conforme a Resolução do Conselho Federal de Medicina sobre o tema;

Criar rotinas para oferecer aos familiares de pacientes falecidos no hospital a possibilidade da doação de córneas e outros tecidos;

Articular-se com a Central de Transplante do Estado respectivo (CNCDO) para organizar o processo de doação e captação de órgãos e tecidos;

Responsabilizar-se pela educação continuada dos funcionários da instituição sobre os aspectos de doação e transplantes de órgãos e tecidos;

Articular-se com todas as unidades de recursos diagnósticos necessários para atender aos casos de possível doação;

Capacitar, em conjunto com a CNCDO e SNT, os funcionários do estabelecimento hospitalar para a adequada entrevista familiar de solicitação e doação de órgãos e tecidos;

A Comissão deve criar Regimento Interno próprio, promover reuniões periódicas registradas em ata e disponíveis à fiscalização da CNCDO do Estado;

Registrar todos os casos de possíveis doadores de órgãos/tecidos com diagnóstico de morte encefálica e/ou parada cardio-respiratória, mesmo que a doação não seja efetivada;

Informar a CNCDO a criação da CIHDOTT ou alteração na composição da mesma. A CNCDO deverá manter atualizada junto ao SNT o cadastro destas Comissões;

 

Contato

Telefone: (67) 3322-4314.

Email:http://cihdottstacasa@sbcg.org.br