Capacitações

Profissionais recebem treinamento sobre manejo clínico da amamentação

09/07/2018

A equipe multidisciplinar da Santa Casa de Campo Grande participou durante toda a semana passada de um treinamento sobre “Manejo Clínico da Amamentação” que visa munir os profissionais com conhecimentos e habilidades necessárias para transformar a linha materno-infantil por meio da implementação dos “dez passos para o sucesso do aleitamento materno      “ no hospital, promovendo atendimento humanizado à gestante, puérpera e recém-nascidos, de acordo com as novas políticas de saúde.  

 

O curso aconteceu no período diurno com carga horária de 20h semanais e com 20 profissionais por período e as aulas foram divididas em partes teóricas e práticas. A capacitação cumpre os indicadores da Rede Cegonha de transmitir aos participantes o manejo para o aleitamento materno e as vantagens de introduzir mudanças duradouras, cumprindo “os dez passos para o sucesso do aleitamento materno”, uma base de conhecimento necessária e colaborativa entre as mães e a instituição.

                                       

A nutricionista e responsável técnica do Banco de Leite Humano do hospital, Érica Cintra, conta que a ideia do curso é colaborar com a instituição, fazendo com que os funcionários se tornem amigos das crianças. “Esse curso é específico da linha materna. Ele tem critérios importantes como a capacitação dos funcionários que têm contato direto com a mãe e os bebês. Uma capacitação com a implantação do sistema amigos da criança que ajudará na multiplicação das doações”, comenta.

 

O evento foi organizado pelo coordenador da linha materno-infantil, Dr. Walter Peres, pelas nutricionistas, Érica Helena Santos Faria Cintra com parceira da também nutricionista, Elisabete Kamiya, do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HUMAP), a fisioterapeuta, Katia Regina Kakaju Guimarães e a líder de enfermagem da maternidade do hospital, Bárbara Bruno.

 

Iniciativa Hospital Amigos das Crianças

 

Os Hospitais Amigos da Criança são aqueles reconhecidos pelo Ministério da Saúde por adotarem práticas que propiciem um atendimento humanizado às mães e aos bebês, como a abolição da violência obstétrica e o incentivo ao parto normal. Essas unidades também se destacam pelo estímulo ao aleitamento materno e à vida saudável. As capacitações, treinamentos e eventos realizados pelo hospital é visando o credenciamento no programa e a habilitação. (Fonte: Portal Ministério da Saúde)

Galeria de fotos