Cotidiano

Enfermagem e equipe multi são capacitadas em Protocolo de Quedas

07/06/2018

De segunda (4) a esta quinta-feira (07), a direção técnica por meio do Núcleo de Segurança do Paciente da Santa Casa de Campo Grande capacitou técnicos de enfermagem, enfermeiros e toda equipe multiprofissional em “Protocolo de Quedas” na instituição. A ministrante do curso foi a enfermeira, Ana Beatriz Ferrari. Ao todo mais de 200 profissionais participaram do treinamento.

 

O protocolo já estava sendo aplicado nos pontos de pronto atendimento e clínica médica e agora foi ampliado para o 1º, 2º e 5º andares, restando apenas o setor de pediatria, que será capacitado na sequência. De acordo com a enfermeira Ana Beatriz, o objetivo do treinamento é reduzir as quedas na instituição e minimizar os danos que ela pode causar aos pacientes.

 

“O protocolo trata como queda o deslocamento do paciente ao nível inferior e também o desequilíbrio do mesmo quando desamparado pela equipe. A importância do treinamento é oferecer mais segurança ao paciente, melhor orientação da assistência, ambiente mais seguro e com isso minimizar a possibilidade de ocorrência na instituição”, afirma Ana Beatriz.

Entre os temas abordados no treinamento, a enfermeira explicou sobre como aplicar a “Escala de Queda de Morse” pela qual os profissionais adotam medidas

que previnem as ocorrências. “O profissional de enfermagem avalia o paciente, classifica-o, e coloca uma pulseira marrom naqueles com risco de queda, em seguida ele preenche a Escala de Morse que dá uma pontuação para o paciente na relação com o risco. Essa pontuação é auferida com a soma de valores relativos a vários critérios e, a depender do resultado, determina o nível de risco de cada paciente”.

 

Ana Beatriz também explicou sobre os fatores que predispõem alguém à queda. Estes podem ser demográficos como a idade, psicocognitivos como a depressão, ansiedade, doenças crônicas e alterações metabólicas. Outros fatores como funcionalidade, que é quando o paciente tem fraqueza muscular, desequilíbrio, comprometimento sensorial, entre outros, também são avaliados.

 

O protocolo será aplicado nos andares na próxima semana e, segundo a enfermeira, será realizada uma auditoria nos andares e elaborado um relatório mensal. “Criamos um checklist do Núcleo de Segurança do Paciente no qual serão realizadas visitas aleatórias e, por meio deste checklist, vamos fazer relatórios mensais de como está a adesão ao protocolo na instituição”, concluiu.  

Galeria de fotos