Cotidiano

16° captação de órgãos na Santa Casa beneficia seis pessoas

06/06/2018

Nesta terça-feira (06) a OPO (Organização de Procura de Órgãos) da Santa Casa de Campo Grande realizou a 16ª captação de órgãos do ano. Na oportunidade a jovem que evoluiu para morte encefálica depois de um TCE doou rins, fígado, pâncreas e córneas. Até o momento, já foram captados no hospital 30 rins, 12 fígados, 1 coração, 1 pâncreas e 188 córneas.

 

O fígado, pâncreas e um dos rins da paciente foram encaminhados para São Paulo, as córneas da doadora permaneceram no Banco de Olhos do hospital para análise e o outro rim ficou na Santa Casa para ser transplantado em uma paciente que passava por tratamento de hemodiálise em Jardim. Com este procedimento o hospital soma sete transplantes no ano.

 

A equipe de extração do fígado, que também levou um dos rins e os pâncreas seguiram em voo comercial até a cidade de destino. O médico responsável pela captação dos rins foi o urologista, Dr. Waldemar Abe e equipe de urologia.

 

Outra captação

No último sábado (02), a Santa Casa também realizou outra captação de órgãos. O paciente doou os rins, fígado e córneas. Os rins foram captados pela equipe de urologia do hospital com médico, Dr. Adriano Augusto Lyrio de Oliveira e o residente, Dr. Sanir Almeida Gisbert, sendo que um foi encaminhado para Brasília e o outro para Recife.

 

A equipe responsável pela captação do fígado veio de Brasília com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) no transporte de ida e volta. As córneas do paciente foram captadas e encaminhadas para o Banco de Olhos da Santa Casa. De acordo com o enfermeiro da OPO, toda doação é uma conquista muito importante. “Somos gratos a família que autorizou mais uma doação, que beneficiou mais cinco pessoas”, finaliza.